O BPM, Business Process Management, que no dia a dia chamamos apenas de gestão de processos, é um termo que ainda gera dúvidas e mitos.

Afinal, é algo difícil? Só serve para empresas grandes? É caro?

Na minha videoaula sobre Gestão de Processos no Trade Marketing falo sobre alguns exemplos comuns do dia a dia que testemunho pessoalmente.

É possível perceber que praticamente todas as empresas possuem processos que podem ser revistos, organizados e melhorados, mas existem alguns questionamentos que ficam no ar.

Você também tem dúvidas sobre BPM? Vamos resolvê-las!

O que é BPM?

Gestão de Processos de Negócios e Gerenciamento de Processos de Negócios são sinônimos de BPM. Na prática, podemos dizer que significam:

“Identificar, desenhar, executar, documentar, medir, monitorar, controlar e melhorar processos de negócios, automatizados ou não”

O objetivo da sua implantação é atingir os resultados propostos pela estratégia da empresa.

E como essa gestão é feita? Depende do processo em questão. Os mais simples costumam ser controlados até por uma planilha. Os mais complexos podem exigir o uso de um BPMS, um software de automação para gerenciamento de processos.

BPM só é necessário para negócios complexos?

Não! Este é o maior mito envolvendo a gestão de processos. Pense que processo, de um modo simples, é toda atividade contínua regular, aquilo que sua empresa faz todos os dias, nos mais diferentes níveis, para entregar o bem ou o serviço que produz.

Você no dia a dia executa uma série de processos. Por exemplo, abre seus e-mails, seleciona os que são mais importantes, responde alguns, encaminha outros e deleta outros.

Com certeza analisa ou prepara relatórios, faz reuniões que geram atas… para tudo isso segue uma série de passos, realiza um processo.

Nas indústrias, tudo é processo, desde o planejamento inicial até a entrega do produto. O conceito do BPM pode ajudar em ambos os casos, desde uma coisa básica, como uma aprovação por e-mail, até uma linha de produção ou o controle de várias equipes.

Um processo que funciona em uma empresa funciona do mesmo jeito em outra?

Depende. Existem processos muito simples que realmente podem ser reproduzidos com adaptações para diferentes tipos de negócios facilmente e trazer bons resultados.

Mas esta lógica não serve para tudo. Cada negócio possui características próprias que devem ser consideradas durante a implantação de um processo de gestão.

O ideal é sempre tentar entender o processo como um todo antes, do início até o final, para então mapear as etapas que o compõem, uma a uma. Deste modo as particularidades do seu negócio ficam mais evidentes e é possível pensar soluções específicas que atendam sua necessidade.

Implantar a gestão de processos é caro?

Não! Este é outro mito comum. É claro que para cada caso há uma solução diferente. Mas hoje é possível fazer este controle através de uma plataforma de gestão de Trade Marketing de forma totalmente customizada.

O melhor é esta customização significa também flexibilização, ou seja, alterações, implementações ou correções podem ser feitas facilmente. O processo é dinâmico e acessível para empresas de qualquer porte.

Como é feita a Gestão de Processos na sua empresa? 

Qual a vantagem do BPM no Trade Marketing?

Economia de tempo e possibilidade de enxergar o negócio como um todo pode ser a resposta mais rápida e simples para esta questão. Mas não é só isso.

A gestão de processos possibilita ao Trade:

Maior integração de áreas

Como processos tendem a passar por vários departamentos, o seu gerenciamento requer compartilhamento de metas e troca de informações que aproximam as equipes.

Tomada rápida de decisões

Na medida em que o processo caminha sob controle, os resultados gerados são medidos com mais velocidade e segurança e geram informações que auxiliam a tomada de decisões pelos gestores.

Melhora na produtividade

Um processo organizado elimina etapas desnecessárias, otimiza atividades, o que permite uma maior produtividade da equipe.

Melhora na qualidade da entrega

Empresas que utilizam BPM olham com mais cuidado para o seu produto final, seja ele um bem de consumo ou um serviço e tendem se preocupar mais com sua qualidade. Com isso, se tornam mais competitivas no mercado.

Você tem alguma dúvida específica sobre BPM ou sobre como uma plataforma de gestão pode ser utilizada? Deixe o seu comentário no final deste artigo. Comente, faça sugestões.

No blog da Trade Marketing Force existem outros artigos sobre temas relacionados ao universo do Trade Marketing e do varejo em geral que podem ser importantes para o seu negócio e videoaulas sobre tecnologia do Trade. Confira!

Estamos também nas redes sociais. Siga nossas páginas no Facebook e no LinkedIn. Elas trazem conteúdos originais para você se manter atualizado sobre o mercado.

Até a semana que vem!

 

Sobre o autor
Tarcísio Bannwart
Tarcísio Bannwart
Diretor executivo - CEO
Criador do Trade Marketing Force, o portal de gestão mais completo do mercado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *